sexta-feira, 13 de junho de 2014

Agradecimentos - Idealizador do Prêmio Dólmã Geraldo Guerra Júnior




Prezados Chefs, consumidores, estudantes e demais profissionais.


É com muita honra e alegria que venho através do presente comunicado agradecer a todos os Chefs, a todos os consumidores e profissionais apaixonados pela gastronomia e a todos os apoiadores e patrocinadores do Prêmio Nacional Dólmã 2014.

O Prêmio Nacional Dólmã que nasceu em junho de 2013, na plataforma do Facebook, recebeu ao longo dos 12 meses subsequentes muito apoio, adesão e principalmente reconhecimento dos brasileiros como o Prêmio Máximo da Gastronomia Brasileira. 

Todas as postagens, curtidas, compartilhamentos e comentários foram fundamentais para o grande corpo que o DÓLMÃ desenvolveu. A mobilização foi nacional, acreditamos, inclusive através dos depoimentos, que o Prêmio Nacional Dólmã é um divisor de águas na Gastronomia Brasileira. 

O mês de maio de 2014 foi um dos períodos mais importantes, pois através da realização da Cerimônia do DÓLMÃ 2014, concretizamos todos os esforços de 10 meses de atividade constante, minuto a minuto, hora a hora, dia a dia, semana a semana e mês a mês, sem interrupção. O Dólmã preencheu todos os espaços necessários para que a sua base fosse estruturada no profissionalismo e principalmente no amor de um trabalho sério, real e comprometido.

Juntarmos Chefs de 19 estados brasileiros foi um dos grandes desafios e o melhor mérito do DÓLMÃ 2014. A reunião dos indicados ao Prêmio Dólmã 2014 foi o pontapé inicial para um novo projeto chamado ENCONTRO DE CHEFS DO BRASIL (www.facebook.com/encontrodechefsdobrasil) com a proposta de, a partir de 2015, reunirmos o número máximo de Chefs brasileiros que participarão de intervenções gastronômicas, oficinas, palestras e confraternização entre eles e com os Chefs premiados de 2014 e os indicados do DÓLMÃ 2015. 

A Cerimônia DÓLMÃ 2014 foi marcada com a celebração de todos os Chefs indicados e os convidados de diversas áreas profissionais e de vários estados brasileiros. Através da página oficial da Cerimônia DÓLMÃ 2014 (www.facebook.com/cerimoniadolma) podemos conferir as imagens da estrutura física, do tapete vermelho, dos indicados e convidados, dos premiados e das apresentações artísticas. 

Após as premiações dos Chefs dos 19 estados brasileiros e do Chef Nacional, a continuidade das atividades como PREMIADOS DÓLMÃ 2014 é a HONRARIA do TÍTULO DE EMBAIXADORES DA GASTRONOMIA BRASILEIRA (www.facebook.com/chefsembaixadoresdobrasil) que os permitirão representar os seus estados e no caso do Chef Nacional representar o país até maio de 2015. 

A Cerimônia do DÓLMÃ 2014 abre as comemorações da Campanha “2014 O ANO DA GASTRONOMIA DOS ESTADOS BRASILEIROS” que tem como objetivo principal o fortalecimento e a valorização da gastronomia tradicional e regional como patrimônio histórico, cultura e profissional que em um único conceito representa a Gastronomia Brasileira.

Entre várias atividades, adotamos a Campanha Leucemia Zero no Brasil (www.facebook.com/LEUCEMIAZERONOBRASILOFICIAL) como a nossa atividade social, pois como a própria Campanha nos explica, com um simples gesto podemos salvar várias vidas. Assim, convido todos os envolvidos com a gastronomia brasileira para conhecer, participar de difundir essa campanha tão importante e que vem salvando milhares de vidas em nosso país e no mundo.

Realizarmos a Cerimônia DÓLMÃ 2014 em Pernambuco e no Recife foi uma grande honra, pois como idealizador e pernambucano não poderia ser diferente. Pernambuco e sua capital Recife nos recebeu de braços abertos, agradeço a imprensa brasileira e pernambucana, a COMPESA (www.facebook.com/compesa) , a DAM (www.facebook.com/dam.roupasprofissionais) , a RIO SOL (www.facebook.com/vinhosriosol), a madrinha do DÓLMA 2014 a Chef pernambucana Madalena Albuquerque e a todos os apoiadores. Como a Cerimônia é anual e itinerante em 2015, como já anunciado, a Cerimônia DÓLMÃ 2015 será realizada no estado do MATO GROSSO DO SUL. Mas, Pernambuco/Recife será o MARCO ZERO e todos os anos receberá a PREMIER DO DÓLMÃ.

Agradeço a todos os brasileiros pela confiança, pois para o realizador o Grupo Conforto Gastronômico (www.facebook.com/grupoconfortogastronomico) e para o co-realizador e chancelador o Comitê Permanente da Gastronomia Brasileira (www.facebook.com/cpgbr) é uma grande honra representar a premiação máxima da gastronomia do Brasil. 

Atenciosamente,

Geraldo Guerra Junior
Idealizador do DÓLMÃ e Coordenador Geral
Presidente do Comitê Permanente da Gastronomia Brasileira 

Grupo Conforto Gastronômico

Comitê Permanente da Gastronomia Brasileira 



DÓLMÃ

O Prêmio Máximo da Gastronomia Brasileira



Cerimônia DÓLMÃ 2014
O Tapete Vermelho da Gastronomia Brasileira 




sexta-feira, 6 de junho de 2014

Fazenda Carnaúba em Taperoá - PB e sua produção de queijos

          A Fazenda Carnaúba em Taperoá - PB é considerada modelo pela postura adotada em relação ao clima semi-árido do interior nordestino e conseguiram com muita competência valorizar aquilo que a natureza local oferece. Em 2013 no XI encontro nordestino do Setor venceram o concurso com destaque especial para o Queijo de Leite de Cabra.


Vamos valoriza a cultura nordestina.


Valorizando a nossa cultura vamos a qualquer lugar do país ou fora dele.




É necessário registrarmos essa cultura que está em vários lugares do Brasil, então esperamos que degustem com os olhos e boa leitura, pois, posso afirmar que os queijos são maravilhosos.

Contato da fazenda: grupiara@hotmail.com







terça-feira, 3 de junho de 2014

Prêmio Nacional Dólmã reconhece os melhores chefs de cozinha do Brasil

Premiação de Gastronomia inédita no Brasil reuniu, no Recife, 64 chefs de cozinha, indicados de 18 estados e no Distrito Federal, que concorreram nas categorias Estado e Nacional





       A capital pernambucana transformou-se num verdadeiro tapete vermelho para a gastronomia brasileira, na noite de 29 de maio, na Arcádia Boa Viagem, Zona Sul da cidade, quando foi realizada a cerimônia de gala do Prêmio Nacional Dólmã.  Considerada a premiação máxima da gastronomia brasileira, a premiação reuniu 64 chefs de 18 estados do Brasil, incluindo o Distrito Federal, concorrendo na categoria Estado e Nacional.

    “O objetivo principal da iniciativa é valorizar, divulgar e, principalmente, reconhecer a capacidade profissional dos chefs de cozinha, que contribuem para o aquecimento da economia brasileira”, afirmou o idealizador e organizador do prêmio, o pernambucano Geraldo Guerra Júnior.

      Na categoria Nacional, o vencedor foi o chef pernambucano César Santos, que concorreu com os chefs Ricardo Caput (Minas Gerais), Thiago Castanho (Pará), Roberta Sudbrack (Rio de Janeiro), Teresa Corção (Rio de Janeiro), Alberto Landgraf (São Paulo) e Helena Rizzo (São Paulo). “Confirmo o Prêmio Nacional Dólmã, um produto lançado aqui em Pernambuco no Facebook e que acreditei desde o início. Parabenizo a todos as pessoas que criam projetos para reconhecer o nosso trabalho e aos chefs vencedores. Estou muito feliz”, discursou César Santos.

       Já na categoria Estado, foram indicados três chefs de cozinha em cada estado participante, no qual saiu apenas um vencedor. De Alagoas, o campeão foi Lucas Padilha, que disputou o título de “Melhor Chef” com Juliana Almeida e Tatiana Brasil.

Indicados Alagoas 

Chef premiado - Lucas Padilha


      Todos os chefs vencedores levaram para casa uma estatueta de bronze, assinada pelo artista plástico mineiro Léo Santana, confeccionada especialmente para a premiação. Entre as atrações da noite, o destaque foi a apresentação do trombonista Raul de Souza, considerado o número 1 do trombone pela crítica internacional, que entoou músicas de Luiz Gonzaga, acompanhado de algumas integrantes da Orquestra Criança Cidadã. A cerimônia do Prêmio Nacional Dólmã é anual e itinerante, ou seja, será realizada a cada ano em um estado brasileiro. A próxima cidade a sediar a premiação é Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, em 2015.


Prêmio Nacional Dólmã

Criado em junho de 2013, o projeto do Prêmio Nacional Dólmã foi desenvolvido no meio digital, na plataforma do Facebook. “Desde as primeiras postagens, a iniciativa inédita ganhou um corpo gigante na internet, mobilizando o Brasil em menos de um ano. O último estado a participar foi o Mato Grosso”, informa o idealizador e organizador do prêmio, Geraldo Guerra Júnior.

De acordo com ele, o projeto do Prêmio Dólmã, apesar de ser a primeira edição, promoveu uma grande mobilização nacional da gastronomia. “Foi um verdadeiro resgate do setor, que estava com poucos protagonistas, além de chefs de renome no anonimato nacional. Agora, esses profissionais puderam aparecer para o Brasil e nós quebramos paradigmas”, afirma.
Os estados participantes desta primeira edição do Prêmio Nacional Dolmã foram: Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Distrito Federal.

Estátua de Bronze - Feito por Leo Santana


Lista dos chefs vencedores:

CATEGORIA NACIONAL
César Santos

CATEGORIA ESTADO

Alagoas - Lucas Padilha
Amazonas - Paulo Fortunato
Ceará - Bernard Twardy
Goiás - Marcia Pinchemel
Mato Grosso - Ariani Malouf
Minas Gerais - Paula Cardoso
Paraná - Alessandro Dirienzo
Rio de Janeiro - Ana Ribeiro
Rio Grande do Sul - Xavier Gamez
São Paulo - Cássio Prados
Amapá - Dom Garcia
Bahia - Tereza Paim
Distrito Federal - Sandra Degraf
Maranhão - Nicolas Navez
Mato Grosso do Sul - Magda Moraes
Paraíba - Adeiton Meira
Pernambuco - Leandro Ricardo
Rio Grande do Norte - Daniel Simplicio
Santa Catarina - Helton Costa




Cobertura Oficial de imprensa:

www.tvguararapes.com/progs/galeria

Fonte: Rpress Comunicação (81) 3423-6444