sexta-feira, 4 de março de 2016

CENOURA E SUAS VARIEDADES





A cenoura moderna descende da variedade silvestre que cresceu . A cenoura como a conhecemos, foi desenvolvida na Holanda no século 17 e agora é cultivadas em climas temperados do mundo todo. Além do tipo mais comum, a cenoura alaranjada e cônica, ela podem ser cilíndricas, redondas, curtas ou do tamanho do dedo, roxas, vermelhas, amarelas ou brancas. Todas têm sabor e aroma refrescantes quando recém colhidas, e seus açúcares naturais se tornam deliciosamente doces.





A Nantes tem o formato cilíndrico em vez de afilado, esta cenoura é valorizada pela textura crocante superior e polpa bem doce. 


A cenoura chantenay quando adulta, ela é curta e grossa. O sabor é especial e não há necessidade de descascá-la antes de usar.


Essa cenoura vermelha na verdade ela é de cor laranja bem escura e foi desenvolvida na Austrália. Apresenta excelente sabor e é perfeita para ser consumida crua em saladas.


As minicenouras é uma espécie que permanece pequena e fina. É mais usada crua em saladas em vez de pratos cozidos.


A cenoura imperator é grande, reta e alongada, comumente encontradas nos mercados. É doce, saborosa, perfeita tanto crua quanto cozida.


A cenoura Amarela foi desenvolvida nos EUA e acredita-se ser extremamente rica em luteína, substância que melhora a saúde dos olhos.


As cenouras originais selvagens do Afeganistão eram roxas, e novos cultivares recuperaram a cor que fornece a benéfica antocianina e licopeno, juntamente com seu sabor típico.


Informações retiradas do livro - O Grande Livro dos Ingredientes. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário